Grupo Viagem

envie a um amigo envie sua dica imprimir

Especiais
Cruzeiros
Resorts
Super Aventuras
Verão
Aventura e Diversão
Internacionais
América Latina
África
Europa
Estados Unidos e Canadá
Austrália, Nova Zelândia e Ilhas do Pacífico
Nacionais
Norte
Nordeste
Sudeste
Centro Oeste
Sul
TV grupo viagem
Blogs
Blog do Viajante
Casal Tsunami
Critter Hunter
Japa Girl
Expedições Solitárias
No Tabuleiro da Bailandesa
Dicas e apoio
Boletim
Vistos e passaporte
Bagagens
Vacinas
Telefonia
Embaixadas e Consulados
Aeroportos
Rodoviárias
Dicionário
Fuso Horário Mundial
Quem somos
blog do viajante

Por Casal Tsunami no dia 09/10/2009 às 11h33

Jô Soares entrevista Casal Tsunami

Confira nossa entrevista no Programa do Jô, da rede Globo, que aconteceu em 5 de outubro deste ano.

Parte 1



Parte 2



Parte 3

sugira um post envie para um amigo topo

Por Casal Tsunami no dia 20/03/2009 às 12h30

Lançamento do Livro Salvos Por Um Mergulho em São Paulo
 
O evento do lançamento do nosso livro ocorreu na noite de 5 de março na livraria Cultura do shopping Market Place.


Palestra na livraria Cultura


Platéia

Iniciamos com uma palestra, abordamos o livro, a volta à Tailândia quatro após o tsunami e contamos algumas das nossas últimas aventuras asiáticas.Todos os módulos de nossa conversa foram seguidas de imagens (fotos e vídeos).

Foi muito gratificante olhar a platéia curiosa e atenta, formada por amigos, pacientes queridos, familiares e outros!

A sessão de autógrafos foi muito agradável, afetiva e com muitas surpresas. Valeu a pena ter me tornado uma contadora de histórias para dividir meus sentimentos e histórias vividas durante o tsunami.


Momento de autógrafos


Autografando na livraria Cultura de São Paulo


Meus futuros leitores: Lorena e Edgard

Posso mostrar a magia do mundo do mergulho e as criaturas marinhas encantadoras que fazem parte do meu mundo, para melhor sobreviver aos "tsunamis" diversos que surgem no dia a dia.


Comemoração após o evento na livraria Cultura de São Paulo

Muito obrigado São Paulo, Grupo Viagem e a todos vocês que me incentivaram na realização deste livro.
 
Casal Tsunami
 
PS: o livro se encontra disponível em qualquer livraria Cultura e no site www.livrariacultura.com.br. Aguardo comentários dos leitores no blog e no site da Cultura (opinião do leitor)

sugira um post envie para um amigo topo

Por Casal Tsunami no dia 17/02/2009 às 17h41

Convite!

Queridos leitores,
 
Gostaríamos de convidá-los para o lançamento do nosso livro: Salvos Por Um Mergulho.

Nele dividimos histórias e sentimentos gerados pelo tsunami de dezembro de 2004 bem como contamos mais algumas de nossas viagens de mergulho em alguns lugares do mundo.

Esperamos vê-los no evento!



Muito Obrigado,
 
Karina Dubeux e Isac Szwarc, Casal Tsunami

sugira um post envie para um amigo topo

Por Casal Tsunami no dia 13/02/2009 às 15h10

Bom Dia Vietnã!

Partimos de Hanói pela manhã, rumo ao norte do Vietnã numa van. Após três horas de percurso, chegamos ao píer de Ha Long Bay. Logo estávamos a bordo de um lindo barco, modelo pirata, de madeira vermelha, construído há apenas seis meses.


Ostras, pérolas e barcos


Nós no belo mirante de Ha Long Bay


Nossas anfitriãs em Ha Long Bay

Fomos recepcionados por uma gentil tripulação vietnamita e conduzidos a nossa maravilhosa cabine 202. Ela tinha duas enormes janelas que nos proporcionou a visão de belos cenários.

A culinária vietnamita é fantástica e saboreamos fartas e deliciosas refeições, apreciando centenas de limestones, harmoniosamente distribuídas, compondo aquele divino cenário enquanto o nosso barco deslizava a sabor do vento.


Bom dia Ha Long Bay!


Felizes e serenos


Limestones, belos barcos e caiaques

Nosso eficiente guia nos conduziu a uma antiga caverna com belas estalactites e estalagmites e após atravessá-la nos deparamos com um lindo mirante daquela baía com o nosso barco ao fundo.

O ponto alto do passeio foi acordar e ir à sede da fazenda de pérolas, onde estávamos sendo aguardados por jovens garotas vietnamitas. Nhá, com seus delicados remos em um pequeno barco de madeira, nos proporcionou uma visão matinal inesquecível.


Barco Red Dragon


Um colírio para os olhos!

Fomos à frente dos demais barcos, vendo aquelas enormes pedras salpicadas e “anjas” com chapéus de plantações de arroz e batas soltas, conduzindo com suavidade aquele conjunto de barcos em procissão!


Lembranças nas almas


Aprendendo felizes!

Presenciamos um trabalho delicado e artesanal com pérolas, além de ir a uma escola de crianças que moram em casas flutuantes, que nos receberam com amabilidade e curiosidade.


Canções de despedida


Mimos culinários


Aconchego


Janelas da cabine


Registrando sentimentos e cenários

O nosso guia soltou a voz e com intimidade com as cordas do seu violão, presenteou a todos nós com uma linda canção vietnamita e canções americanas. Hora de retornar à cidade das incontáveis motos e buzinas, Hanói.

Casal Tsunami

sugira um post envie para um amigo topo

Por Casal Tsunami no dia 08/12/2008 às 15h36

Um Agradável Retorno à Charmosa Búzios

Voltar a Búzios é sempre muito prazeroso para os olhos e para a alma! Brigitte Bardot já dizia.


As bonitas Praias Azeda e Azedinha


O belo veleiro Saga entre outras embarcações

Participar de um encontro médico tendo o mar como cenário foi tudo de bom... vimos de pertinho a terceira Regata de Veleiros Clássicos e qual foi a minha surpresa ao encontrar um ídolo dos mares e da vida: o Lars Grael.


O carisma do Lars Grael e sua fã de carteirinha, eu!

Os ventos contribuíram para o evento náutico e tivemos oportunidade de encontrar pessoas bacanas.

Vimos a largada e o desfile daqueles elegantes veleiros na passarela do mar. Saga (do Lars), Atrevida e Teimosa me encantaram!


Nós na largada da terceira Regata de Veleiros Clássicos em Búzios


Fazendo novos amigos

Bons papos, sintonia e rever lindas praias como a da Azeda, Azedinha, dos Ossos e Tartaruga nos revigorou para esta semana.

Não poderia deixar de falar que a rua das Pedras continua muito charmosa e a culinária bastante convidativa.


Um toque de charme

A beleza e o charme reinam neste refúgio carioca, mas confesso que me sinto mais atraída a mergulhar na vizinha Arraial do Cabo.

Casal Tsunami

sugira um post envie para um amigo topo

Por Casal Tsunami no dia 12/11/2008 às 09h31

Palestra sobre "Salvos por um Mergulho" está confirmada

Quem quiser saber mais sobre o livro "Salvos por um Mergulho" pode comparecer nesta sexta, 14 de novembro, na Companhia Atlética do Morumbi às 14h.

Só para lembrar: o livro está recheado de histórias, inúmeras fotos e destinos de viagem. Confira a capa:

Casal Tsunami

sugira um post envie para um amigo topo

Por Casal Tsunami no dia às 09h26

Livro “Salvos por um Mergulho” já está nas livrarias

O livro “Salvos por um Mergulho” já se encontra disponível nas livrarias Culturas e no website da Cultura!

O livro, com capa dura, traz inúmeras fotos de peixinhos e de diversos destinos de viagem. Conto com a leitura de vocês e aguardo os comentários aqui no blog!

Para encontrá-lo basta ir até a livraria ou pelo site www.livrariacultura.com.br buscar por Karina Dubeux ou pelo título.

Em breve farei diversas palestras para divulga-lo, a primeira em 14 de novembro na Companhia Atlética do Morumbi e em breve faremos o lançamento oficial na cidade de Porto Alegre.

Casal Tsunami

sugira um post envie para um amigo topo

Por Casal Tsunami no dia 29/10/2008 às 15h19

Uma Ótima Parada Entre Mergulhos: Nova York

Cada ida a Nova York nos reserva muitas surpresas e no fim da viagem a sensação é sempre a mesma: precisamos voltar para essa mega e sedutora cidade com tantos atrativos que nos deixa saudosos e mais curiosos por não ter dado tempo de ver tudo que ela tem a oferecer.

Sempre temos um bom motivo: reabastecer nossos equipamentos de mergulhos, ir pessoalmente à loja BH e ver como ela funciona, já vale o passeio!

O Central Park continua mais lindo do que nunca e desta vez fomos conduzidos pela turca Hytra, que no seu tuk tuk nos falava de cada cantinho deste belo parque e nos contava um pouco da história dele. Apontava-nos os prédios de famosos artistas de Hollywood: Tom Cruise, Julia Roberts, entre outros.


Passeio no lago do Central Park


Nós no lago do Central Park

Tínhamos um sonho a realizar: remar no lago deste parque! E foi muito mágico! Encheu os olhos e as almas de cada um de nós. Brincar com os esquilos, ouvir Garota de Ipanema dos acordeons de dois vozinhos argentinos e cantar um pouquinho com eles e acima de tudo ver a energia boa estampada nos rostos das pessoas que lá estavam desfrutando daquele lugar.


Um dos personagens do Central Park


Um dos esquilos do Central Park

Perdemo-nos e nos achamos nas charmosas ruazinhas do Greenwich Village. Apreciamos as novas quedas d’água deixando as pontes de Manhattan ainda mais bonitas!


Eu, Isac, em frente às novas cachoeiras


Eu, Karina, e as novas quedas de Nova York

A surpresa gastronômica da vez foi um restaurante vietnamita (Saigon 48).


Saigon 48

A região do Time Square continua muito vibrante e colorida e os clicks dos turistas não param de captar aquele colorido cenário.


A colorida Times Square

O “Grand Final” foi assistir ao mais belo espetáculo da Broadway: Little Mermaid (A Pequena Sereia), que teve um sentido muito especial para nós, ao ver a alegria marinha contada e cantada com um riquíssimo figurino de seus personagens.


Opera no Bryant Park em tempos de Halloween


A ópera do Bryant Park

Por falar em peixinhos, o livro “Salvos por um Mergulho”, já se encontra disponível nas livrarias Cultura e no site deles.

Boa leitura e bons mergulhos... Aguardamos comentários do livro!

Casal Tsunami

sugira um post envie para um amigo topo

Por Casal Tsunami no dia 03/10/2008 às 17h50

O LANÇAMENTO DO LIVRO...

Salvos por um Mergulho, a história do casal de brasileiros que escapou do tsunami

Em Maceió, durante o XXVII Congresso Brasileiro de Reumatologia,no dia 18 de setembro de 2008, lançamos o livro: Salvos por um Mergulho.


Capa do livro


Eu, Karina, carinhosamente autografando o primeiro livro para o Dr. Fernando Neubarth

Precisávamos relatar esse fato inusitado que se passou em 26 de dezembro de 2004. Mergulhávamos inocentes na Tailândia, enquanto uma onda gigante, um tsunami de imensa magnitude, matava mais de duzentas mil pessoas naquele momento.


Bangkok - A exótica e fascinante Tailândia


Outra linda imagem em Bangkok

Um sobrevivente é acima de tudo um inquieto que se pergunta todos os dias ao acordar o que ele pode fazer a mais como ser humano para retribuir o presente grandioso que lhe foi dado: A VIDA.


Personagens do livro

Eu, Karina, me senti muito melhor ao escrever esse livro e assim poder dividir histórias e sentimentos com vocês. Registro com o coração o episódio tsunami vivido por mim e pelo Isac, bem como tento mostrar o quão belo é este grande aquário natural, o mar. O criador usando seus pincéis, não deixa qualquer dúvida da sua existência, como dizem os meus pacientes, ao se depararem com as fotos das coloridas criaturas marinhas nas paredes do meu consultório.


Isac em campo de arroz na Indonésia


O semblante de felicidade após um lindo mergulho nos mares da Ásia

Consegui realizar esse sonho graças a uma pessoa muito especial, que acreditou no que eu tinha algo para contar no livro. O muito querido Presidente da Sociedade Brasileira de Reumatologia ,o Dr. Fernando Neubarth. Esse poeta, escritor e médico gaúcho é uma das pessoas mais sábias e sensíveis que já encontrei na vida. O meu eterno muito obrigada por me ajudar no cumprimento de minha missão...


Casal Tsunami comemorando o mergulho de número 500 no barco tailandês Mermaid I nos mares da Indonésia

Dividir o que eu vejo embaixo d’água é muito gratificante e eu e o Isac fotografamos. Essas fotos ajudaram a colorir o livro e expressar o quanto o mergulho e os lugares por onde andamos e as pessoas que cruzaram nossos caminhos ajudaram a recarregar as nossas baterias e pretendemos continuar as nossas vidas de aprendizes.

Bons mergulhos e uma ótima leitura!

Karina Dubeux

sugira um post envie para um amigo topo

Por Casal Tsunami no dia 29/08/2008 às 14h32

Velejando pelas Ilhas Gregas, um sonho realizado...

Foi partindo de Pireus, em Atenas, que fomos em busca do sonho de um amigo, o Ricardo Carrilho. Embarcamos na nossa casinha flutuante, o veleiro San Giorgio rumo à Ilhas Gregas, na região sul da Grécia: Peloponeso.


A fascinante Hydra


Nossa feliz tripulação

Nosso capitão grego Theodoro nos convenceu a mudar de roteiro por conta de ventos fortes nas Cíclades. Nossa alegre e curiosa tripulação soltou suas almas a favor do vento e começamos uma viagem inesquecível pelas fantásticas águas azuis do mediterrâneo.

A Bia preparou com carinho a trilha sonora que deu um colorido especial à nossa aventura grega! Mariângela sorria e chorava quando nossos olhos e corações se enchiam ao se deparar com vilarejos gregos de rara beleza.

Parecíamos cinco crianças com seus brinquedos favoritos em total sintonia, passando os dias dando muitas risadas um com outro e nos emocionando com aqueles mágicos cenários.


Nossa tripulação em frente ao San Giorgio


Trabalho de expert

Fomos muito mimados pela egípcio-grega Maria, que nos preparava deliciosas comidinhas. Até ouriço-do-mar ela foi caçar. Ele se transformou num delicioso espaguete com ouriços.

Nosso roteiro? Iniciamos por Poros e depois de desbravá-la, dormimos no barco abrigados numa marina. No dia seguinte, velejamos e paramos numa linda baia chamada Soupia, para um refrescante banho e um gostoso snorkel naquele mar tão belo.


Nós na baia de Dokos, na península de Peloponeso


Maravilhas da culinária grega

Conhecemos a ilha Spetses e a praia de Plaka, em Leonídio, onde com o carinho de Theo e Maria fizemos um menu degustação grego numa charmosa taverna a beira mar. Hum!!!


A vibrante ilha de Hydra


Os burrinhos de Hydra

Chegou a vez da linda Hydra com seu casario colorido e múltiplos barquinhos e burrinhos elegantes. Presenciamos a solidariedade marinha e o nosso barquinho foi acolhido por dois grandes barcos. Num deles rolou um casamento grego e os presenteamos com uma placa de “Just Married” com bandeira grega.

Após curtir uma mágica noite náutica, seguimos para a baia de Dokos e finalizamos o dia na encantadora Ermione.

Nosso último destino foi Aegina e o San Giorgio, nosso veleiro, ficou sozinho naquele charmoso píer, ladeado por patinhos marinhos. Os deuses gregos nos deram sinal ao acharmos o tridente do Deus dos mares: Poseidon!


Delícias da chef Maria


Dançando Syrtaki em frente ao nosso veleiro


O charmoso porto novo de Ermioni

Um sonho de um amigo se transformou em cinco sonhos de magia e de momentos de companheirismo ímpares. Iamas, tripulação grega!!!

Casal Tsunami

sugira um post envie para um amigo topo

Por Casal Tsunami no dia 25/07/2008 às 15h52

Wakatobi, Uma Ilusão na Nossa Querida Indonésia

Sonhamos muito com o destino após ver diversas vezes o site de um hotel no sul de Sulawesi. As promessas de paraíso eram muitas. Mas a verdade é que o hotel de mergulho funciona como um quartel general: muitas regras, ênfase ao lado técnico e esquecimento por completo de como lidar com seres humanos “de férias e cheios de expectativas” e que pagaram muito caro para viverem suas esperadas férias.


Eu, Karina, fotogrando um nudibranquio e seres do mar

Após uma calorosa recepção no aeroporto de Bali, tivemos um vôo tranqüilo e um belo almoço de boas vindas. Ficamos no escuro bangalô número cinco entre o restaurante e a estação de mergulho.

Preparávamos nossos próprios cilindros de mergulho e o nosso guia nos mostrava muito pouco na água, além de não haver vibração alguma ao mostrar.

Que saudades do Kasawari e do Nonsix! Tínhamos esperanças que os mergulhos e ele iriam melhorar, mas nada acontecia... O que víamos em vários mergulhos lá, não dava um mergulho em Lembeh.


Cavalinho pigmeu


Outro colorido cavalo pigmeu

Não podíamos reclamar da quantidade de cavalinhos pigmeus nos mergulhos, no entanto, havia um pequeno detalhe: não era possível tirar mais que uma ou duas fotos deles, “ porque os cegaríamos”. Como mergulhávamos em três grupos de seis mergulhadores cada, também não podíamos demorar em cada ser marinho, pois havia uma FILA de mergulhadores.

Felizmente mudamos de guia e a italiana Guja nos devolveu a alegria de mergulhar, mostrando com entusiasmo cada ser marinho diferente que encontrava!

Após fotografar, com uma única chance de foto para cada pigmeu, mostramos no barco as fotos para Guja e a mesma ficou perplexa como uma pequena Canon foi capaz daquelas fotos!


Um pré-histórico peixe-escorpião e um peixe-crocodilo


Um lindo goobie

Emprestamos para ela nos mergulhos seqüentes e ela ficou encantada e empolgada para adquirir uma.

Jamais nos esqueceremos de sua alegria ao encontrar nudibrânquios Solar power, assim como peixes-sapos e vários cavalinhos pigmeus.


Belos nudibranquios

Tentamos focar nas coisas boas e as encontramos: na gentileza dos indonésios que trabalhavam no restaurante e toda manhã me traziam sussu pannu (leite quente em indonésio); no belo cenário a nossa volta; e nas estrelas cadentes e satélites em movimento que observávamos naquele belo céu estrelado.


Se vocês vissem essa foto não iriam para lá amanhã? Cuidado com folders e website... na foto da direita, local onde fomos parar


Curtindo um belo cenário

Não voltaremos e não recomendamos! Há lugares mais mágicos e com maior calor humano na Indonésia. WAKATOBI lembra um nome para um grito de guerra, mas nós somos de PAZ!

Casal Tsunami

sugira um post envie para um amigo topo

Por Casal Tsunami no dia 07/07/2008 às 15h29

O Mágico Retorno a Lembeh, na Indonésia

Voltar a este maravilhoso estreito no norte de Sulawesi foi pura magia! Mágica que se iniciou logo no aeroporto com o inesperado encontro com mais quatro brasileiros no outro lado do mundo: Márcio Lisa, Patrícia, José Ângelo e Flávia.


Mergulhadores brasileiros felizes


Sou uma rinópia. Acho que ainda não me conheciam!

Achamos que já estávamos alucinando quando escutamos o legítimo português brasileiro e seguimos rumo ao lindo e aconchegante hotel Kasawari. Logo saberíamos que seríamos os primeiros brasileiros neste fantástico hotel.

Fomos muito mimados pelo gentil e atencioso staff do hotel e presenteados embaixo d’água com encantadoras criaturas marinhas pelos nossos guias de mergulho.

Achamos incrível quando o nosso guia Nonsix perguntou nossa “lista de desejos” de personagens marinhos. Imediatamente respondemos que gostaríamos de ver um camarão harlequin. Ele sorriu e ficou quieto...


Dois lindos camarões harlequin. A realização de nossos desejos, uma obra de arte!


Um belo nudibrãnquio e a fashion rinópia weedy

Quais foram as primeiras criaturas marinhas que vimos no nosso primeiro mergulho? Sim, exatamente o que estão pensando... Dois lindos e exuberantes camarões harlequin que ele sabia exatamente onde moravam!

Ficamos eufóricos e gratos por aquele lindo presente e assim começou uma seqüência de mergulhos de rara beleza compostos de bizarras, belas e exóticas criaturas do mundo macro num cenário de areia negra.


Raro peixe enxada zebra juvenil e dois lindos nudibrânquios. Clicando para vocês!



O colorido mar da Indonésia


Sapo amarelo pintado

Após ver polvos diferentes, peixes-sapos coloridos, peixes-enxadas raros, sépias juvenis, o excêntrico stargazer, lindos nudibrânquios e magníficas rinópias, entre tantos outros presentes molhados, estávamos excitados como crianças que tinham acabado de ver seus personagens favoritos.


Eu, Karina, e mapa com pontos dos mergulhos da região


Eu, Karina, e dois cavalos marinhos


Polvo mimic.Sou fujão e mudo de cor!

A alegria brasileira reinava na nossa mesa saboreando não somente suas refeições, mas a alegria de estarmos vivos para desfrutar de tamanha magia tão longe de nossos lares!

Essas novas alucinações no estreito de Lembeh recarregaram nossas almas e baterias e desta vez com testemunhas brasileiras. Bravo para o Kasawari e ao nosso amigo e incentivador, o fotógrafo e mergulhador americano, Jim Black!

Casal Tsunami

sugira um post envie para um amigo topo

Por Casal Tsunami no dia 23/06/2008 às 10h28

Dicas Para Quem Quer Conhecer Los Roques

Se você tem vinte mil milhas da Varig ou da Tam, chega facilmente a Caracas, na Venezuela. É necessário dormir na ida ou na volta, de preferência num hotel próximo ao aeroporto, para pegar o trecho até Grand Roque.


Será que estamos felizes?


Não é pintura!

A melhor companhia local é a Aerotuy e em 30 ou 40 minutos o vôo chega neste sedutor caribe venezuelano.

Você terá dificuldade de reservar a sua pousada via internet, uma vez que, a maioria dos depósitos deverá ser pago em Miami e te deixará inseguro. Isso acontece por conta da variação do câmbio do dólar. Foi por isso que preferimos reservar através da Vectra em São Paulo.


Intervalo de mergulho numa piscina infinita

Informe-se sempre se a pousada tem água quente para banho, pois muitas não têm. Achamos bem legal incluir todas as refeições no nosso pacote, principalmente o almoço. Eles sempre preparavam nossos almoços (penne com atum, sanduíches transados e outros) e podíamos levar conosco para aquelas maravilhosas praias de areias branquinhas.


Os responsáveis pelas nossas saborosas refeições


Almoço na praia

Combinávamos o horário de nossa volta com o capitão do barco, geralmente no final da tarde. Vocês acreditam que as nossas cadeiras de praia e guarda-sol já estavam esperando por nós quando voltávamos dos mergulhos? Todas trazidas com carinho pelo pessoal da pousada.

Agende com antecedência na pousada os passeios às praias mais distantes como Cayo de Água, Craski, Noronsky e outras, pois a maioria dura o dia inteiro.


Praia de Francisky


Rancho de La Langosta

Não deixe de comer uma bela lagosta fresquinha no Rancho de La Langosta. Ele fica no vilarejo de pescadores da linda praia de Madriski.


Eu não sou lindo e fashion?


Ah! Não esqueça a máquina fotográfica para registrar essas lindas praias e os divertidos pelicanos que as habitam.


Foto Panorâmica na saída de Los Roques


Por-do-sol visto do avião

É impossível não fazer fotos panorâmicas quando o avião está levando de volta à realidade. Já pense e administre seu novo sonho de viagem.

Casal Tsunami

sugira um post envie para um amigo topo

Por Casal Tsunami no dia 16/05/2008 às 15h25

Um Paraíso Escondido no Índico: La Digue, em Seychelles

Desfrutamos de um maravilhoso dia na encantadora ilha de La Digue, em Seychelles. Partimos de Praslin na primeira balsa do dia às sete horas da manhã e após trinta minutos já estávamos alugando nossas bicicletas, curtindo aquele charmoso e bucólico lugar. As pessoas falando francês ou seu patuá (crioulo francês).


Uma das praias mais fotografadas do mundo: Anse D' Argent


Curtindo belo cenário

Seguimos pedalando rumo às lindas praias e fomos cruzando com carros de bois e outras bicicletas conduzindo turistas curiosos, clicando belos cenários numa  estrada cercada por um verde exuberante.


Carro de boi levando turistas ao redor da ilha


Rumo à praia Anse D'Argent

Começamos por Anse D’Argent, uma das praias mais fotografadas do mundo com suas enormes formações rochosas emoldurando aquele divino cenário com suas calmas águas claras.


Relaxando em Anse D'Argent

Evidente que fizemos um snorkel e a fotografamos bastante. Ela se encontra dentro de um parque que possui um cantinho para as exóticas tartarugas de Aldabra.


Isac com uma enorme tartaruga de Aldabra

Seguimos a nossa jornada em direção a Grand Anse. Foi o nosso momento surpresa, uma vez que nos deparamos com uma praia lindíssima, de águas azuis turquesas cristalinas com areia branquinha.


Karina na linda praia de Grand Anse

Demos ótimos e refrescantes mergulhos e voltamos apreciando aquele casario crioulo, lojinhas de artesanato local e um povo muito gentil.


Isac em frente a uma típica casa crioula


Pequeno centro de La Digue

Desta vez os mergulhos foram acima da água e recomendamos que coloque esse destino na sua lista de sonhos a serem realizados...

Casal Tsunami

sugira um post envie para um amigo topo

Por Casal Tsunami no dia 10/04/2008 às 18h15

VIVA a magia do circo do mar: VIVA o peixe-palhaço

Hoje vamos escrever para as crianças e para aqueles que mantêm a criança viva dentro dos seus corações...

Assim como no circo os palhaços nos roubam sorrisos, no mar não é diferente: o peixe-palhaço, eternizado como Nemo, nos deixa muito felizes quando os encontramos dentro de suas coloridas anêmonas.


Peixe-palhaço no parque nacional de Komodo, na Indonésia


"Nemos" se escondem em anêmona na Indonésia


Além dos peixes-palhaço, as anêmonas também são uma atração à parte


Existem várias cores de peixe-palhaço, como esse vermelho da Indonésia

A brincadeira já começa quando ele fica brincando de esconde-esconde na anêmona - que é venenosa para os outros peixes. Somente eles, alguns peixes donzelinhas e caranguejos em porcelana conseguem conviver em harmonia com as anêmonas.


O contraste de cores das anêmonas e dos peixes é algo impressionante


Peixe-palhaço um pouco diferente do conhecido na Papua Nova Guiné

Esses personagens molhados podem ser de diversas cores: laranja, cor-de-rosa ou vermelhos. As listas brancas variam em número e disposição, bem como em tamanho. Há alguns muito raros e é necessário viajar bastante para encontrá-los.


Os peixes-palhaço não se ferem nas anêmonas


Impressionante anêmona e peixes-palhaço em Kimbe Bay, na Papua Nova Guiné


Anêmona começando a se mostrar


"Nemo" olha para a lente da câmera

Não é à toa que o filme “Procurando o Nemo” foi um sucesso de bilheteria.


Cores impressionantes durante mergulho na Papua Nova Guiné


Peixe-palhaço vermelho escuro

O que vocês estão esperando para colocarem suas nadadeiras e achar o Nemo?


Nenhuma galeria de fotos de "Nemos" é completa sem a "Doli", que estava em Praslin, nas Ilhas Seychelles

Bons mergulhos é o que deseja o Casal Tsunami!

sugira um post envie para um amigo topo